quarta-feira, 12 de maio de 2010

bombardeiro Avro Vulcan

Avro Vulcan é um bombardeiro estratégico de grande autonomia fabricado na Inglaterra pela Avro.
Facilmente identificado por suas asas em delta, foi um dos três modelos do chamado trio mágico da Real Força Aérea, os "V Bombers", sobre o qual repousou por mais tempo a dissuasão nuclear da Inglaterra. Notável bombardeiro táctico a baixa altura (versão B.2). Não transportava armamento defensivo.
O protótipo efectuou o seu primeiro voo de ensaio em 1952. Mas foi somente em 1957 que a versão B.Mk1 começou a equipar os esquadrões da RAF. O Vulcan deixou o serviço na RAF no início dos anos 80, não antes, porém, de realizar em 1982 sua única missão de combate real: raides extremamente longos com o código "Black Buck", quando bombardearam a pista e as instalações de radar de Port Stanley, durante a Guerra das Malvinas
Ficha técnica
Motores:
4 Turbinas Rolls Royce Olympus 301, de 88,96 kn de potência
Performance:
Velocidade máxima a grande altitudes: 1038km/h
Tecto de serviço: 19810m
Autonomia de combate sem reabastecimento em voo: 2776 km
Raio de ação com carga normal de bombas: 7403 km
Peso:
Vazio: 45.360 kg
Máximo de descolagem: 113.398 kg
Dimensões:
Envergadura: 33,83 m
Comprimento: 30,45 m
Altura: 8,28 m
Superfície das asas: 368,26 m².
Armamento:
1 míssil nuclear Blue Steel ou mais de 21 toneladas de bombas convencionais. Nas malvinas alguns Vulcan foram equipados com 2 pares de mísseis Sidewinder, para auto defesa.
In:Wikipédia

Sem comentários:

Enviar um comentário